Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Adriana’ Category

por ADRIANA BONNARD

Não, essa não é uma proposta de embalagem para jóias. Falo sobre lampwork, técnica que utiliza o vidro como matéria-prima, e o fogo para esculpi-la.

Lembram-se dos “cristais de murano” de Veneza, na Itália? Lá, sob hábeis mãos de artesãos, pedaços de vidro bruto adquirem a forma de qualquer sonho, de cavalinhos a delicados vasos. Em nossa Poços de Caldas, lojas de cristais também fazem sucesso, mas em menor escala. De qualquer forma, falamos da mesma coisa. O destaque do lampwork é o resultado final: contas com desenhos incríveis, usadas para formar bijuterias mais inusitadas ainda.

lamp bead1

A maioria dos muranos (na linguagem dos designers de bijoux, muranos são todas as contas feitas de vidro) é feita a partir de técnicas semelhantes; a diferença é que o lampwork resulta em um murano mais elaborado, mais complexo e mais composto.

Essa técnica requer muita prática e aprendizado quase que milenar, que vai desde saber aplicar a temperatura ideal ao vidro até como saber misturar as cores e criar a proporção das contas.

lamp bead2

No Brasil desconheço artesãos desta técnica. Acesso esse trabalho através de importadores e sites de artistas internacionais como http://www.lampwork.net, http://www.mjlampwork.com e http://www.cherylkumiski.com.

Nossa moda não usa em sua totalidade, ou em profusão, as propostas de lampwork desenhadas por esses artistas italianos, americanos ou londrinos. Vejo, outrossim, uma utilização criativa, porém mais discreta, que brinca com misturas de lampwork beads e couro, crochê e o que mais combinar.

Por que não trazer os cristais de murano para os pescoços, braços e orelhinhas brasileiras?

lamp bead3

Anúncios

Read Full Post »

por ADRIANA BONNARD

A Fire Mountain Gems and Beads é uma destacada empresa norte-americana fortemente posicionada como fornecedora de matéria prima para o mundo dos designers de bijuterias. Se estivesse no Brasil, definitivamente teria uma lojinha nos arredores da rua 25 de Março.

Numa de suas ações que influenciam o mercado de acessórios para moda, a empresa lança uma cartela de cores para cada temporada. Compartilho aqui a correspondente ao outono-inverno de 2008 (no hemisfério norte), que no Brasil equivale aos meses de setembro até fevereiro do ano que vem.

Colar azul

É importante notar a predominância dos azuis em suas variações até o cinza, algo presente em muitas das coleções de moda da última SPFW (nas fotos abaixo, dois exemplos da Maria Bonita). Convém lembrarmos que o casamento perfeito entre as cartelas de cores publicadas globalmente a cada grupo de estações, nem sempre se manifesta em todos os segmentos de produção. Mesmo assim, funciona como pista para desvendarmos um pouco das cores das matérias-primas que estarão na linha de produção da indústria dos acessórios de moda.

maria bonita

Os tons mais terrosos são quase uma obrigação no outono, mas na proposta da cartela de cores, há variações róseas (nas fotos abaixo, dois exemplos da Second Floor) há algum tempo ausentes em nossa moda, caso específico da cor fire cracker.

second floor

As combinações entre as cores da cartela também valem. No entanto, ela não revela quais serão as texturas em voga: florais, grafismos, geometrismos ou qualquer outra proposta costumam ser trabalho da indústria têxtil.

Agora é esperar a segunda quinzena de Agosto e conferir in loco os materiais disponíveis, e confirmar ou não essa tendência de cores.

Read Full Post »

por ADRIANA BONNARD

CAFÉ e BIJOUX combinam?

A ABIC (Associação Brasileira da Indústria do Café), representa atualmente 500 empresas de torrefação e moagem de café em todo o território brasileiro. Seu propósito é promover o desenvolvimento da indústria cafeeira nacional, criando selos de qualidade, concursos e capacitação. Organiza também as estatísticas do setor.

abic

Em outubro de 2006 a empresa Interscience foi contratada para realizar pesquisa sobre os hábitos de consumo de café. Os objetivos da pesquisa, descobrir novos mercados e fortalecer o setor cafeeiro nacional e estimular o consumo.

Percebeu-se que o café é a segunda bebida mais consumida pela população brasileira, depois da água mineral; que os motivos que levam ao consumo de café são associados a dinamismo e sociabilidade (esquenta, levanta, liga e reúne — palavras apontadas na pesquisa); que as pessoas das classes A e B preferem consumir o café fora de casa; que a percepção de qualidade e diferenciais de experiências de consumo têm efeito determinante sobre o hábito de tomar café.

ipanema cafe

O Brasil possui 160 marcas de café e está posicionado no cenário mundial como um dos fornecedores de alta qualidade. Além disso, é responsável por 50% do consumo interno de todos os 57 países produtores. Todos esses fatos atraíram a chegada de algumas redes internacionais de cafeterias tidas como especiais, como a Starbucks, que não por acaso comercializa um tipo de café chamado Ipanema Bourbon, reconhecido por seu equilíbrio, corpo e textura.

Além deste movimento, redes nacionais se posicionam cada vez mais como cafeterias gourmet, ampliando o conceito de servir café. Seus departamentos de

marketing desenvolvem conceitos, produtos e serviços associados à cafeteria e ao que ela representa para seus freqüentadores. Conseqüentemente, perdura-se o efeito da marca, que se prolonga para muito além da experiência vivida na cafeteria. Assim temos os cartões de fidelidade, as músicas tocadas na loja, livros sobre a história da empresa, canecas, os próprios equipamento para preparo da bebida e o que mais a criatividade permitir.

E o que este preâmbulo de economia e marketing do café faz neste artigo? (mais…)

Read Full Post »

por ADRIANA BONNARD

Bead Glass

Nem uma coisa nem outra. Apenas peças de arte.

Há uma técnica bastante utilizada nos Estados Unidos para confeccionar acessórios e outros trabalhos manuais, chamada beading, ou beadwork.

Consiste no entrelaçamento de contas (beads) formando peças inteiras ou apenas alguns detalhes que comporão uma peça maior. No entanto, existem designers que se especializaram unicamente nessa técnica, aplicando suas próprias interpretações e variações, resultando em peças dignas de galerias de arte.

(mais…)

Read Full Post »

por ADRIANA BONNARD

Um dos eventos que abrem o calendário oficial do segmento de bijuterias e jóias no Brasil é a BIJÓIAS, feira organizada pela Masi e Associados, e que este ano ocorreu entre os dias 7 e 9 de março em São Paulo. Produtores exibem suas coleções de outono e inverno a lojistas e atacadistas, alinhadas às tendências mundiais.

A nova estação poderá ser definida como uma mistura entre o passado e presente, mesclando materiais como aviamentos, rendas, metais envelhecidos e outros de aspecto rústico. A realeza e o religioso estarão presentes em símbolos como coroas, crucifixos, brasões e elementos medievais.

(mais…)

Read Full Post »